terça-feira, 6 de dezembro de 2016

ZUMBIS MARVEL - Parte 1


Por Gabriel Maia 
E mais uma vez a Marvel teve uma grande ideia (que como outras acabou levando para o buraco porque não sabia como levar adiante....)!
Zumbis no universo Marvel.
Sim, a grande febre de zumbis foi levada ao universo do super-heróis como uma aventura na série ultimate (universo onde os heróis foram recriados de forma mais moderna e onde poderiam fazer o que quisessem com eles sem os fãs terem um troço).
O quarteto fantástico conseguiu prender um bando terrorista e voltou vitorioso onde o jovem e talentoso Reed Richards se recusou a sair com Susan Storm para se afundar mais no trabalho e, claro, tiveram uma discussão.
Ali Reed é mostrado conversando com uma versão mais velha dele mesmo em holograma. Ele havia construído um aparelho que lhe dava acesso a uma realidade paralela e conheceu esta versão que lhe ajudou, com sua experiência, a construir um teleportador dimensional.
O jovem Reed estava fascinado pela vida de sua versão mais velha onde se casou com Susan e tiveram dois filhos.
Acabou construindo o teleportador para viajar para a dimensão dele e conhecer melhor seu mundo.
Mas assim que acionou o aparelho o jovem Reed foi levado a um laboratório completamente destruído. Sem entender ele desceu até a rua e encontrou uma cidade devastada, com esqueletos espalhados por todos os lados. 

O quarteto fantástico deste mundo apareceu com o velho Reed perguntando; “já teve a sensação de ser enganado?”. 

Mas este quarteto era estranho, tinha o corpo em decomposição como se fossem mortos-vivos e é quando Richards começa a explicar o que houve.
Na explicação há cenas do ocorrido que nos remetem aos resumos do que rola nos filmes de zumbis.
Ele diz que houve um clarão no céu e ninguém sabe o que aconteceu, mas um ser chegou ao planeta trazendo consigo um vírus de fome incontrolável. Este ser era o Sentinela de alguma realidade paralela e trazia o vírus zumbi. 

As primeiras vítimas foram os vingadores, e eles infectaram todo o resto da comunidade heroica. O vírus se instalou em super seres para devorar humanos normais.

A partir daí o plano se explica; Reed atraiu sua versão porque a “comida” acabou e ele queria um novo estoque de suprimento, ou seja, o mundo do jovem Reed.
O rapaz consegue escapar do quarteto fugindo para os esgotos e quando sai de lá se vê alvo de um exército de super-heróis zumbificados. 

O homem-aranha o prende na teia, mas Reed é arrancado de lá pelo Hulk que substitui sua famosa frase “Hulk é o mais forte que existe” para “Hulk é o mais faminto que existe”.
Reed se vê sem saída até ser resgatado por Magneto, o único sobrevivente super-humano que leva o rapaz a um esconderijo onde mais três humanos sobreviventes se mantinham a salvo; uma mulher (que parecia ser uma policial), um pai e sua filha adolescente diabética, algo que fazia Magneto se arriscar constantemente em busca de insulina.
O grupo de sobreviventes acaba sendo seguido por Wolverine. Thor e o Homem de ferro arrombam as paredes do lugar sendo atingidos por um metrô jogado por Magneto.
Enquanto isso, o quarteto zumbi se teleportou para o mundo Ultimate e foi derrotado pelo resto do jovem quarteto e preso em uma cela especial.

Os sobreviventes tentavam fugir dos zumbis, mas fugir de um super exército não era nada fácil, até serem ajudados pelo resto do quarteto que veio socorrer Reed. Com a ajuda dos outros eles puderam chegar ao teleportador para que os sobreviventes pudessem fugir para o outro universo, era a única saída que tinham (e honestamente acho que eles não queriam mesmo ficar no mundo zumbi).

Mas Magneto diz que não pode ir, pois alguém precisava ficar e destruir a máquina, garantindo que nenhum dos zumbis conseguisse reconstruí-la, afinal o Gigante, Homem de ferro, Fera e Homem-Aranha eram grandes cientistas.
Magneto fica para trás como herói, o jovem quarteto e os sobreviventes conseguem fugir e tudo parecia bem.
A aventura se torna uma das características marcantes da Marvel, o que poderia se tornar uma gozação e piada, virou um sucesso.
O Público adorou a aventura e queria saber do quarteto zumbi.
Então isso foi trabalhado em outras edições com Reed planejando uma fuga tão boba, tão boba, mas tão boba que funcionou.
Ele disse ao oficial do exército que os vigiava que construiu um teleportador com ingredientes culinários, fios de cabelo e canetas. O quarteto uniu as mãos e desapareceu. Assim os guardas abriram a cela para verificar.... esquecendo-se de que Susan podia tornar todos invisíveis e isso era bem mais plausível do que o tal teleportador.
Ali as medidas de segurança do prédio lacraram o andar, mas nada que Reed não pudesse superar com alguns minutos.
Nisto o jovem quarteto enfrentava seus próprios dilemas, e estavam em uma aventura onde o dr. Destino trocou de corpos com Reed (longa história), e este Destino foi quem entrou no edifício para deter os zumbis.

Ele derrotou os quatro de maneira épica e abriu um portal para outro universo, mas antes de ele mesmo ir o verdadeiro Destino foi desmascarado e desfez a troca, indo ele mesmo ao outro mundo (mais por vergonha de admitir que era um fiasco do que qualquer outra coisa).
E foi assim que “terminaram” a aventura zumbi.


Mas o público queria mais.

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

TRAILER DO MEGA CROSSOVER DE SÉRIES DA DC!!!

por Renato Rodrigues
A gente sabe que o trailer é sempre melhor que o filme/seriado.
A gente sabe que vai se decepcionar...
Mas a gente vai ver!
E a gente vai comprar Box de DVD na promoção!
A gente não vale nada!!!!!

 

Todo mundo junto!!! Menos você, Bruce... você não brinca!


terça-feira, 22 de novembro de 2016

ANIMAIS FANTÁSTICOS E ONDE HABITAM: JUST OK

Por Eddie Van Feu

Hoje fui ver a nova franquia da J. K. Rowling. Para uma sessão de terça-feira uma e meia da tarde, estava cheio. É um filme simpático, mas obviamente ele tem um clamor em algumas pessoas que me surpreende. Houve choradeira e muita emoção. Eu me senti morta por dentro. Me diverti, claro! É um filme divertido, mas aparentemente eu sou imune a alguns dos maiores sucessos do cinema, como Guerra nas Estrelas, Indiana Jones e, claro, Harry Potter (prometo terminar de ver um dia).





A nova série que promete cinco filmes dessa vez se ambienta no passado e tem como personagem central Newt, na pele do ótimo Eddie Redmayne, um bruxo que salva feras e bestas mágicas da crueldade e ignorância dos homens (bruxos não são muito ecológicos nesse universo). Em uma sucessão de situações pouco prováveis, mas bem simplórias, ele acaba se envolvendo com um operário de uma fábrica de enlatados que sonha ser um padeiro e está em busca de um empréstimo, Jacob (Dan Fogler). Ele também cruza o caminho de uma funcionária da organização secreta de bruxos, Tina, (Katherine Waterston) que, ávida por recuperar seu cargo e ansiosa por agradar seus chefes, toma um monte de decisões ruins durante o filme.
Ezra Muller (Precisamos falar sobre Kevin) está lá no elenco também, assim como Colin Farrel e Jon Voight. Até Johnny Depp aparece quando menos se espera!



Com um bom elenco, dinheiro sobrando para efeitos especiais e ótima ambientação, só faltou um roteiro mais ousado, ou profundo, ou interessante. A história é legal, mas não chega a empolgar. A motivação do vilão é meio jogada quase no final do filme, contanto-se que todo mundo tenha lido todos os livros e esteja por dentro de toda a mitologia. O que me pareceu é que é um filme com medo de ir aonde deveria. Com tanto material bom para se ir mais longe, ele não sai do lugar, mantendo-se superficial o tempo todo.



Mesmo assim, vale a pena ver em tela grande, pois os efeitos são muito legais e a música não sai da cabeça. É um bom filme para a Sessão da Tarde nas férias. Não espere mais do que isso.

BLACK FRIDAY DE E-BOOK NA AMAZON!!!!

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!!! Nossos livros estão na Black Friday da Amazon! Você pode comprar Magia dos Dragões e Wicca #1 por R$1,99, entre outros!!! CORRAAAAA!

 PARA VER NOSSOS E-BOOKS NA AMAZON CLIQUE AQUIIIIII!!!